O que você está procurando?

Veja como fazer empréstimo sendo autônomo

28 de outubro de 2021
Blog image

Você já se perguntou como fazer empréstimo sendo autônomo? Essa dúvida é muito comum, afinal, a grande maioria dos bancos e instituições financeiras possuem regras bem definidas para a liberação de crédito.

Mas, o tempo onde os trabalhadores autônomos não conseguiam comprovar sua renda ficou no passado! Hoje, existem diversas alternativas para quem trabalha por conta própria e deseja conseguir uma ajudinha financeira.

Então, se você quer saber como fazer um empréstimo sendo autônomo e ainda conhecer outras alternativas disponíveis no mercado, continue acompanhando o artigo!

Como funciona o empréstimo?

O empréstimo é um crédito pessoal simples, direto e descomplicado. Nele, você solicita uma quantia ao banco e, se aprovado, tem acesso rápido ao dinheiro e pode utilizá-lo como quiser. No empréstimo, às instituições financeiras costumam cobrar um percentual de juros sobre o valor solicitado e as condições de pagamento podem variar de um banco para outro. 

Autônomo consegue fazer um empréstimo?

No caso do empréstimo para autônomo, é preciso destacar que algumas regras são diferentes do empréstimo para quem possui carteira de trabalho assinada, por exemplo. Isso porque o banco precisa de algumas garantias de que os trabalhadores autônomos poderão arcar com a dívida. Desse jeito, os empréstimos para autônomos costumam ser divididos entre empréstimo pessoal e empréstimo com garantia. 

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal para autônomo obedece a mesma lógica dos empréstimos pessoais em geral. A grande diferença aqui é que o autônomo precisa comprovar sua renda através dos extratos bancários

Então, se você está planejando solicitar um empréstimo pessoal, reúna todos os extratos possíveis. Preferencialmente, junte os documentos correspondentes a um ano. Assim você consegue mostrar ao banco a solidez financeira da sua vida, mesmo trabalhando por conta própria.

Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia é um pouco diferente do empréstimo pessoal. Isso porque, nessa modalidade, você deve apresentar ao banco algum bem como garantia de que o empréstimo será pago. Geralmente a garantia apresentada é um bem de alto valor, como um carro ou um imóvel.

Mas, atenção: é fundamental que a propriedade oferecida como garantia esteja em seu nome. Afinal, caso você não consiga cumprir com os pagamentos, a instituição financeira poderá tomar o bem. Além disso, você também não pode vender ou transferir bem enquanto estiver vinculado ao empréstimo.

Quais outras alternativas de crédito são boas para autônomos?

A possibilidade de empréstimo para autônomos possui regras claras e condições bem definidas. Desse jeito, quando for a hora de solicitar o crédito, será preciso atender todas as exigências do banco.

Nesse cenário, alguns autônomos procuram outras alternativas no mercado. As mais populares e também mais acessíveis são o financiamento e o consórcio. Conheça um pouco mais sobre cada um deles e saiba como podem servir para você tirar seus sonhos do papel:

Financiamento

O financiamento funciona de maneira semelhante ao empréstimo. A grande diferença, porém, está na maneira como você pode utilizar o dinheiro.

Enquanto no empréstimo você solicita o dinheiro, recebe e pode fazer o que quiser com ele,  no financiamento é como se o banco comprasse o bem e emprestasse para você. Portanto, no financiamento você só se torna proprietário daquilo que adquiriu ao fim do pagamento das parcelas.

Consórcio

O consórcio é um tipo de crédito vantajoso para quem não abre mão de um bom planejamento. Operando como uma poupança coletiva, o consórcio é um autofinanciamento onde você tem acesso ao bem por meio de uma carta de crédito.

Consórcio imobiliário

Os motivos para procurar um crédito financeiro podem ser muitos, e um dos mais comuns é para comprar ou reformar um ambiente

Como muitos autônomos acabam não tendo um espaço adequado para trabalhar, conhecer o consórcio imobiliário pode ser a maneira de ter a oficina, o restaurante ou qualquer outro estabelecimento, do jeito que sempre sonhou.

Se o seu grande objetivo é apenas fazer alguns reparos e ajustes no lar, o consórcio imobiliário também pode te ajudar!

Consórcio de veículos

A vida dos autônomos é cercada de imprevistos. Além disso, quem presta serviços por conta costuma ter que se deslocar pela cidade.

Nesse cenário, possuir um automóvel é uma necessidade. Mas, em muitos casos, as exigências dos serviços de crédito acabam impossibilitando a compra. Sem grandes burocracias, o consórcio de veículos é uma alternativa prática e segura para conquistar o automóvel próprio.

Negativado pode ter acesso aos créditos?

É muito importante destacar que uma pessoa negativada não está proibida de fazer transações financeiras. Na verdade, a única coisa que acontece quando alguém está com o nome sujo é que ela pode ter dificuldade em obter crédito.

Portanto, quem está negativado pode ter acesso ao consórcio, ao financiamento e ao empréstimo. No entanto, algumas instituições financeiras realizam a análise de crédito para liberar ou não o serviço ao solicitante.

Nesse caso, se você estiver negativado e passar pela análise, provavelmente terá sua solicitação negada. Mas, não se desespere: não são todos os créditos que analisam sua condição financeira.

Essa prática, na verdade, é feita apenas no empréstimo e no financiamento. Ainda assim, não são todas as empresas que avaliam o seu histórico. Algumas instituições oferecem os chamados “empréstimos para negativados” ou “financiamento para negativados”. 

Portanto, a única alternativa certa no mercado para quem está negativado e precisa de crédito é o consórcio. Sem análise, sem entradas e sem juros, é a melhor alternativa para quem precisa conquistar algum objetivo estando negativado ou não, sendo assalariado ou autônomo!

Gostou do artigo? Veja também nosso artigo sobre se vale a pena financiar um apartamento!

Compartilhe:
Facebook logo

Última notícias

Última notícias