O que você está procurando?

Consórcio entre amigos vale a pena? Saiba mais.

28 de outubro de 2021
Blog image

Também conhecido como uma compra coletiva, o consórcio é uma modalidade de crédito que só pode ser executada em grupo.

Geralmente, as administradoras são responsáveis por cuidar dos detalhes relacionados aos membros e organização geral da equipe. Mas, será que é possível fazer um consórcio entre amigos?

O consórcio entre amigos é uma prática que vem se popularizando e pode resultar em um negócio um pouco mais livre.

Quer saber como funciona, quais os benefícios e entender se esse modelo de negociação vale a pena? Continue a leitura deste artigo!

Entendendo o consórcio entre amigos

O consórcio só pode acontecer se você for parte de um grupo. Isso porque o sistema de autofinanciamento é diferente de outros créditos pessoais. 

No consórcio, os recursos que são utilizados para compra do bem, tem origem no próprio pagamento das mensalidades.

Por isso, cada grupo possui uma espécie de poupança, que se divide para pagar taxas de administração, seguro, fundo de reserva e fundo comum. O fundo comum, por exemplo, é o lugar final de todo o capital do grupo e é graças a essa quantia que os participantes são contemplados.

Mas, no consórcio entre amigos, você tem mais liberdade para escolher como gastar o valor da sua carta de crédito.

Esse tipo de negociação também é conhecido como um modelo de consórcio de dinheiro, justamente por não necessitar de um bem físico como imóvel ou carro. 

Como funciona?

Para que o consórcio entre amigos seja proveitoso para todas as partes, é ideal que você encontre um grupo com uma boa quantidade de pessoas. 10 participantes já é o suficiente para garantir a reunião de um valor interessante, por exemplo. 

Com um número grande, fica mais rápido juntar a quantia necessária e, em eventuais problemas, é ainda mais fácil resolver tais contratempos. Mas, com mais integrantes no grupo, pode ser que demore um pouco mais para que todos sejam contemplados. 

Você deve reunir as pessoas de sua confiança, que sejam capazes de cumprir com a contribuição mensal.

Nesse momento, é ideal chegar a uma quantia fechada, o que facilita na divisão de valores e duração do consórcio entre amigos.

Com uma grande liberdade, cada grupo pode estabelecer suas próprias regras relacionadas a destinação da contribuição, taxas administrativas, valor das parcelas, prazos e outros reajustes.

Lembre-se de firmar todos esses detalhes antes de começar o consórcio entre os seus amigos. Dessa forma, é muito mais difícil sofrer inadimplências ou qualquer tipo de golpe.

Qual a melhor forma de garantir que o consórcio funcione?

Diferente da prática mais comum, o consórcio entre amigos não tem uma administradora registrada e fiscalizada pelo Banco Central para garantir a perfeita operação do crédito. 

Sendo assim, todas as etapas precisam ter uma pessoa responsável pela administração e fiscalização do grupo.

Os direitos e deveres de cada membro devem ser claros para todas as partes, já que essa é uma prática que não tem uma grande instituição por trás para analisar cada situação. Um dos fatores que merecem atenção é em relação a desistência do consórcio.

Desistência no consórcio entre amigos

Em uma administradora convencional, ao desistir do consórcio, o participante recebe os valores que são de direito e a instituição deve procurar um substituto para que o grupo não sofra com a ausência de um membro. 

No consórcio entre amigos, a pessoa que manifestou o desejo de sair do consórcio precisa apresentar um substituto antes da sua exclusão efetiva.

Essa dinâmica garante que todo o investimento até então não seja perdido. Por isso, estabeleça as regras para o consórcio entre amigos de maneira sucinta, clara e com pessoas de confiança. 

O consórcio entre amigos tem algum benefício?

A maior vantagem de adquirir esse tipo de consórcio é que ele costuma ser mais barato do que aquele praticado por administradoras. As taxas podem ser ainda menores e você consegue economizar uma boa quantia.

Fora a economia das taxas, o prazo para contemplação também é menor, pois ele é definido antes mesmo do grupo começar e pode variar de acordo com a quantidade de membros.

Assim, é mais fácil se organizar e é possível ter mais liberdade com o seu consórcio, quando feito entre amigos.

Vale a pena?

Esse tipo de consórcio geralmente corre mais riscos do que aqueles administrados por empresas e instituições sérias. Por não contar com uma regulamentação, é mais fácil ser vítima de golpes e outros riscos.

Veja outras desvantagens:

  • não ter uma regulamentação por órgãos como o Banco Central;
  • possibilidade de golpes;
  • perder o investimento;
  • possibilidade de não alcançar a contemplação;
  • não conseguir desistir do negócio de imediato;
  • em casos de inadimplência de outros membros, há grandes chances de o seu consórcio não ser finalizado.

Por isso, fique atento sobre os integrantes do consórcio entre amigos e avalie se essa é a opção mais viável nesse momento da sua vida.

Qual o consórcio é mais seguro?

O tipo de consórcio mais seguro é aquele que está atrelado e é distribuído por grandes bancos e credoras. Afinal, apenas aquelas que possuem registro no Banco Central podem atuar nesse ramo.

Uma delas é o Itaú, um dos maiores bancos da América Latina e com planos de consórcio que cabem no seu bolso. Que tal simular um plano de consórcio Itaú? Simule com a gente!

Aqui na Melhor Consórcio, além de contar com um blog que te explica tudo sobre consórcio em um guia completo, também temos um time de especialistas prontos para te ajudar na simulação do seu plano!

Conte com um consórcio mais confiável, simule agora!

Gostou do artigo? Saiba mais sobre carta de crédito em consórcios!

Categorias:

Consórcio

Compartilhe:
Facebook logo

Última notícias

Última notícias