O que você está procurando?

Entrar em um grupo de consórcio vale a pena?

28 de outubro de 2021
Blog image

Para muitas pessoas, entrar em um grupo de consórcio é a única alternativa para conseguir viabilizar a realização de um sonho. Seja a conquista da casa própria, do primeiro apartamento, de um carro zero ou até mesmo de um veículo seminovo, o consórcio é um importante aliado de quem precisa de um dinheirinho extra nesses momentos.

Ao contrário de outros créditos disponíveis no mercado, o consórcio tem certo grau de complexidade em seu funcionamento. Mas fique tranquilo, não é nada demais!  

Para sanar todas as suas dúvidas sobre o que é e como funcionam os grupos de consórcio, nós preparamos esse conteúdo para você. Continue acompanhando o artigo. Boa leitura!

Como é o funcionamento de um consórcio?

O consórcio está entre as modalidades de crédito mais populares do mercado, juntamente com o empréstimo e com o financiamento. Porém, existem algumas diferenças importantes entre eles. O financiamento e o empréstimo possuem semelhanças entre si, mas são coisas diferentes. 

O financiamento é como uma compra em parcelas na qual a instituição financeira concede um determinado valor e o solicitante realiza o pagamento em prestações predeterminadas. No financiamento, porém, é preciso informar o objetivo do dinheiro. Você pode fazer um financiamento para comprar uma casa, por exemplo. 

Já o empréstimo é um pouco mais “livre”. Nesse tipo de crédito, você não precisa informar o banco ou instituição financeira sobre o destino final do dinheiro. O modelo de pagamento, por sua vez, é semelhante ao financiamento: você recebe o dinheiro e realiza pagamentos fracionados mês a mês.

A operação do consórcio tem semelhança com ambos, mas, ao mesmo tempo, é completamente diferente dos dois. Isso porque, no consórcio, você também realiza pagamentos mensais referentes ao valor solicitado. 

Já as diferenças consistem principalmente na maneira em que o crédito é disponibilizado no consórcio. Isso porque você recebe uma carta de crédito equivalente ao valor solicitado. Além disso, no consórcio, você pode dar um lance ou ser sorteado em uma assembleia. Assim, é possível antecipar a contemplação e finalmente alcançar a carta de crédito.

Por conta disso, o consórcio é frequentemente associado a uma espécie de compra a longo prazo. Outra informação muito relevante sobre esse crédito é que ele opera em grupos, como uma poupança coletiva onde cada membro contribui com um valor para um fundo comum. 

O que é um grupo de consórcio?

Em um primeiro momento, pode parecer confuso falar que o consórcio é uma opção de crédito coletiva. Afinal, quando você procura um consórcio, é para realizar um objetivo pessoal. Porém, apesar da formação de grupos, o consórcio beneficia individualmente cada membro. 

Por exemplo, se você procura o banco a fim de entrar em um consórcio para comprar um apartamento, a instituição financeira reunirá outras pessoas que também tenham interesse em comprar um apartamento. Dessa maneira, cada membro irá contribuir mensalmente com um valor acordado com o banco e esse dinheiro irá compor uma “poupança” conhecida como fundo comum.

É do fundo comum que sai o dinheiro para a contemplação das cartas de crédito. Para obter a sua contemplação, é preciso  ofertar um lance vencedor. Isso acontece quando algum membro do consórcio oferece um determinado valor, como uma espécie de leilão, e tem acesso ao benefício antes de concluir o pagamento de todas as parcelas.

Além dos lances, há outra maneira de obter a carta antecipada. Ao participar de um grupo de consórcio, cada membro recebe um número identificador. Se o seu número for sorteado em uma assembleia, você também poderá ser contemplado com a carta de crédito sem ter finalizado o pagamento das prestações.

Mas atenção: nenhuma dessas situações irá acabar com as parcelas. Sendo assim, mesmo depois de ter alcançado a carta de crédito você deve terminar o pagamento das parcelas. 

É por conta dessas particularidades de funcionamento e de contemplação que os consórcios só podem acontecer de maneira coletiva, ou seja, a partir da formação de um grupo. 

A formação do grupo de consórcio é realizada pela instituição financeira responsável, assim como a realização das assembleias. Esses eventos podem ser:

  • assembleia ordinária;
  • assembleia extraordinária.

É possível participar de um grupo em andamento?

Se você procura um banco ou instituição para ingressar em um grupo de consórcio e eles lhe informam que não há nenhum grupo a ser formado, não se desespere! Saiba que sim, é possível participar de um grupo em andamento.

São considerados grupos de consórcio em andamento aqueles que já tiveram a sua primeira assembleia geral ordinária realizada. Portanto, se os participantes de um grupo já se reuniram e definiram as atribuições de cada um, o grupo de consórcio já estará em andamento. 

Porém, isso não quer dizer que o grupo de consórcio esteja fechado. Por exemplo, algumas cotas de participação ainda podem estar em aberto, possibilitando o ingresso de pessoas com o grupo em andamento.

Outra possibilidade é quando algum membro do grupo decide vender a sua cota, ou seja, quando algum membro está disposto a abandonar o grupo. Nesse caso, a negociação também é intermediada pela operadora do consórcio, mas quem estiver entrando no consórcio irá negociar diretamente com o proprietário da cota ou algum representante definido pelo mesmo.

Qual a importância das assembleias para o grupo do consórcio?

As assembleias são uma das partes mais fundamentais para o bom funcionamento dos consórcios. Na hora de assinar o contrato com a instituição financeira, você será informado sobre a periodicidade em que essas reuniões acontecerão. Geralmente, acontecem mês a mês, mas podem variar de acordo com a necessidade de cada grupo.

É durante as assembleias que os lances são ofertados e os sorteios são realizados. Os lances podem ser:

  • livres;
  • embutidos;
  • fixos.

Portanto, as assembleias são muito importantes para a contemplação das cartas de crédito. Além disso, nas assembleias a instituição financeira realiza a prestação de contas do grupo, dá avisos e informações de interesse dos participantes. 

Quando houver a necessidade de prestar informações emergenciais, as concessionárias podem solicitar uma reunião conhecida como “assembleia geral extraordinária”. Porém, para isso, o Banco Central exige que a comunicação seja feita com no mínimo 8 dias de antecedência e que seja informado claramente o motivo da reunião.

Sendo assim, podemos concluir que o grupo de consórcio nada mais é do que o modo de funcionamento tradicional de um consórcio

Agora que você já compreendeu como funciona, o que é e qual a necessidade dos grupos de consórcio, escolha aquele que mais se adapta às suas necessidades!

Gostou do artigo? Veja também nosso artigo o que é carta de crédito!

Categorias:

Consórcio

Compartilhe:
Facebook logo

Última notícias

Última notícias