O que você está procurando?

Tabela de consórcio: o que é e como funciona?

28 de outubro de 2021
Blog image

Operando como um autofinanciamento, o consórcio é uma maneira segura de conquistar o bem que você sempre sonhou sem precisar pagar muito para isso. Sem juros e sem entrada, essa alternativa de crédito opera com muita previsibilidade. E a grande responsável por isso é a tabela de consórcio.

Quer saber para que serve, o que é e como funciona essa tabela? Então continue acompanhando o artigo e tire todas as suas dúvidas!

O que é o consórcio?

O consórcio é uma alternativa de crédito que funciona como uma compra a longo prazo. Porém, para agilizar o processo, as instituições financeiras responsáveis por oferecer esse crédito realizam sorteios mensais para possibilitar a contemplação antecipada. As administradoras ainda permitem que os consorciados ofereçam lances, como em um leilão, para conseguir receber o benefício antes do prazo inicial.

O que é a tabela de consórcio?

A tabela de preços do consórcio leva esse nome pois ela é um documento onde constam todas as informações referentes aos valores do seu consórcio. Pode parecer confuso em um primeiro momento, mas essa é uma informação fundamental e você deve se atentar a ela.

No momento que você procura uma administradora para dar início ao consórcio, deverá informar a maneira que deseja realizar a compra. Isto é, você deve apresentar o valor máximo que está disposto a pagar nas mensalidades e em quanto tempo deseja finalizar as parcelas para quitar o consórcio. 

Após esse processo, a instituição financeira irá lhe apresentar a tabela do consórcio. Nela estarão presentes as informações mais essenciais para o seu crédito, como o valor e o número de parcelas fixas. É importante destacar que a tabela de preço varia de acordo com cada instituição e com cada finalidade de crédito. 

Por exemplo, digamos que você deseja comprar uma casa. Após ir até a administradora, você será informado sobre a tabela de preços do consórcio de imóveis, com seus prazos e valores fixos definidos. Agora, se o seu objetivo é realizar a compra de um carro, a instituição irá lhe apresentar a tabela de consórcio de veículos, com prazos e valores diferentes da tabela de imóveis. 

Ao procurar uma outra instituição financeira para os mesmos serviços, a tabela também será diferente. Mas, além desses valores, ela informa ainda outros valores que compõem o crédito.

Ao ter conhecimento das quantias relacionadas a cada parte do consórcio, você se planeja financeiramente em cima do custo que seu plano terá. Portanto, conhecer e se basear na tabela de consórcio fará toda diferença no seu processo de aquisição!

Quer conhecer mais? Veja 10 coisas que você precisa saber sobre como funcionam as parcelas em um consórcio! 

O que mais é informado na tabela de consórcio?

Como vimos, não é apenas o tempo e o valor das prestações que serão informados na tabela de consórcio. Além dessas duas principais informações, ainda há valores como a Taxa de administração, o Fundo de reserva e o seguro, sendo que este último é uma cobrança opcional das administradoras. Já os demais valores são obrigatórios e acontecem em todas as instituições financeiras. 

Conheça mais sobre todos os valores que compõem um consórcio: 

Quais valores ainda compõem o consórcio?

Taxa de administração

No consórcio não há cobrança de um valor de entrada e também não há juros nas parcelas. Mas, para garantir o funcionamento do consórcio e poder arcar com as despesas, as administradoras precisam cobrar algumas pequenas taxas

Uma dessas cobranças é a “Taxa de administração”. Com o objetivo de manter o pleno funcionamento do grupo, essa taxa varia de acordo com cada instituição financeira e é diluída nas parcelas. Ou seja, todo mês você paga um pequeno percentual nas parcelas, que será destinado à cobrir a taxa de administração.

Para calcular o valor a ser pago é simples: basta dividir o valor da taxa pelo número de parcelas. Por exemplo, digamos que você encontrou uma administradora onde a taxa é de 10% do valor do consórcio e sua compra foi feita em 200 meses. Nesse caso, a taxa de administração acresce 0,05% a mais do valor das mensalidades na prestação.

Fundo de reserva

O Fundo de Reserva desempenha um papel muito importante na segurança do grupo de consórcio. Caso alguma adversidade aconteça com algum participante, como o atraso no pagamento das parcelas ou a desistência do consórcio, é preciso garantir o funcionamento do grupo.

Mas, isso só será possível caso haja uma reserva de emergência e é para isso que existe o Fundo de Reserva. Caso o grupo de consórcio inicie, tenha andamento e finalize sem nenhum problema, a instituição financeira devolve o dinheiro do Fundo de Reserva aos participantes

Fundo Comum 

Como o funcionamento do consórcio acontece em grupo e todos contribuem, o “local” que recebe e armazena esses depósitos é chamado de Fundo Comum ou Fundo de Aquisição. É dele que saem os valores para a compra do bem ou serviço contratado por cada um dos membros do grupo. 

Seguro

O pagamento do seguro não é obrigatório. Portanto, não são todas as instituições que cobram essa taxa. Ao optar por pagar o seguro, você terá algumas garantias importantes. Por exemplo, caso você perca alguma fonte de renda durante o consórcio, o seguro impede que você se torne inadimplente, pois servirá como uma reserva pessoal, somente sua.

Agora que você já conhece os valores que compõem um consórcio e descobriu para que serve a tabela de consórcio, está na hora de dar o passo que sua vida precisa! Realize uma simulação agora mesmo e saiba como o consórcio pode ser um importante aliado nas suas realizações.

Gostou do conteúdo? Compartilhe ou acompanhe também nosso artigo sobre quitar consórcio!

Categorias:

Consórcio

Compartilhe:
Facebook logo

Última notícias

Última notícias